Fone: (88) 3571.3487 - WhatsApp: (88) 9-9982.2476

O concurso PF 2018 realmente é uma das prioridades do governo, conforme antecipado por FOLHA DIRIGIDA de forma exclusiva na última terça-feira, dia 9. A confirmação partiu da Polícia Federal, nesta quarta-feira, dia 10. Segundo a Assessoria de Imprensa da corporação, “o Governo Federal realmente sinalizou que tem interesse em fazer o concurso”.

A corporação esclareceu, porém, que irá protocolar novo pedido de vagas no Ministério do Planejamento, tendo em vista a mudança de comando na direção-geral da PF. O titular da Polícia Federal, delegado Fernando Segóvia, tomou posse em novembro. À época, inclusive, Segóvia alertou, em entrevista coletiva, para a falta de pessoal.

O estudo do novo déficit de pessoal, segundo a corporação, já está em andamento e em breve deverá ser concluído e protocolado no Planejamento. Tão logo isso aconteça, deverá sair a autorização de vagas para o concurso.

Questionada, a PF informou que ainda não sabe precisar se esse aval sairá no primeiro ou segundo semestre.

Isso, porém, não deverá demorar para acontecer, já que, além da sinalização do governo, o concurso PF 2018 está previsto no Orçamento deste ano, já sancionado.

A distribuição de vagas e os cargos passados pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, ainda não foram confirmados pela PF. De acordo com a corporação, essas definições sairão após a conclusão do estudo do déficit de pessoal, já em andamento.

Contudo, segundo o presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, o governo teria autorizado 600 vagas, sendo 50 de delegado, 150 de agente, 100 de perito e 300 de escrivão. Esse quantitativo, de acordo com o sindicalista, teria sido passado pelo diretor-geral da PF, Fernando Segóvia, em reunião no dia 27 de dezembro.

Veja previsão de distribuição das vagas:

Agente – 150 vagas – R$11.897,86

Escrivão – 300 vagas – R$11.897,86

Delegado – 50 vagas – R$22.102,37

Perito – 100 vagas – R$22.102,37

 

Ideal é que edital do concurso PF 2018 saia neste trimestre, diz sindicalista

A PF ainda não confirmou uma previsão de abertura da seleção. Apesar disso, segundo o presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, o ideal é que o aguardado edital saia neste trimestre. “Para que haja tempo hábil de as provas serem aplicadas ainda neste primeiro semestre, e os aprovados tomarem posse já a partir do meio do ano”, completou.

Um dos motivos para a PF correr com o processo é o fato de 2018 ser ano eleitoral. Isso significa que, para convocar aprovados este ano, a corporação precisa homologar o concurso em até três meses antes das eleições, ou seja, até meados de julho.

As carreiras de agente e escrivão são destinadas a graduados em qualquer área, com carteira de habilitação na categoria B ou superior. Para delegado, a exigência é graduação em Direito e três anos de experiência em atividade jurídica ou policial. Para perito, o requisito é graduação em outras áreas, ainda não reveladas.

As remunerações iniciais são de R$11.897,86 para agente e escrivão, e R$22.102,37 para delegado e perito. Nos dois valores, já constam os R$458 referentes ao auxílio-alimentação. No ano passado, a intenção da Polícia Federal era abrir um concurso para 1.758 vagas de nível superior, sendo 600 de agente, 600 de escrivão, 491 de delegado e 67 de perito.

Estude para o concurso PF 2018

Mesmo sendo para carreiras de nível superior, as quatro carreiras da Polícia Federal possuem remunerações que ultrapassam R$10 mil ou R$20 mil, de acordo com o cargo.

O edital do concurso para a Polícia Federal ainda não tem previsão, mas você já pode começar a se preparar, sobretudo diante das notícias de desejo do governo pela seleção. Tradicionalmente, concursos PF são organizado pelo Cespe/UnB (atual Cebraspe).

FONTE: FOLHA DIRIGIDA

 

NOVAS TURMAS EM BREVE!

PREPARE-SE NO ESC!

 

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblr

Parceiros